quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Verão

Será pedir muito que voltes?
Já tenho saudades de te ver chegares bem cedo e permaneceres até tarde
Quero de volta a tua companhia

Acordar contigo é ser feliz de uma certa maneira
Olhar pela janela e ver que estas lá fora a minha espera
Só me faz querer-te ainda mais
Volta depressa Verão!
Sinto falta de caminhar sobre a luz do dia
Enquanto tu incides sobre mim esse teu calor deslumbrante
Preciso voltar a correr
Sobre a areia molhada da manha
E respirar o ar fresco que me limpa a alma

Já me faz falta aquelas conversas de café com os meus amigos
E ver-te a desaparecer pelas ondas do mar

És motivo de felicidade
És quem dá vida a muita coisa que me rodeia

Regressa para junto de mim



By:silviaferreira

Indecisão

As vezes pergunto-me se sou eu que estou mal, se sou eu quem não sabe dar valor ao que tem
Ou se já perdi o jeito de amar
Sinto que amadureci, mas quem me rodeia não sente o mesmo
Acho o meu amor mais maturo, vejo as coisas de uma forma só, forma essa que não sei se é a mais correcta para fazer alguém feliz

Sinto-me no meio de uma crise, que ninguém percebe, sozinha navego neste barco sem remos e sem um rumo nítido

So gostava de poder responder as perguntas que invadem o meu subconsciente
Serei assim tão infantil que não sei ver que tenho alguém que me ama incondicionalmente a meu lado…
Malditas acções que repreendem o meu coração , por saber que estou errada e não querer admitir


É um erro , sim
Mas sou assim, não consigo entregar-me por completo quando a pessoa que diz amar-me não confia afincadamente em mim


by:silviaferreira