segunda-feira, 5 de julho de 2010

JoGo dE palAvRas

Cada vez que olho para o céu
Depáro-me com o infinito
Que ilude a tua cabeça
Desafiando a tua mente
Para lá da linha do horizonte


Relembras o passado
De todos os bons e maus momentos que passaste
Relembras o presente
O caminho que percorres por esta estrada longinqua
Tudo depende de ti
Cada minuto...cada segundo
Asseguram a tua vida


Pensas no futuro
Tudo aquilo que te vai modificar
Completamente perdida(o) no meio de tantas constelaçoes
Estás tu a tentar encontrar-te


Ao saires deste labirinto
Apercebes-te que a vida não é uma brincadeira
Mas que a imaginaçao é uma esfera ilimitada de ideias tal como este texto cheio de palavras.

Sem comentários:

Enviar um comentário